Loading...
Intolerância Religiosa – Tema da redação do ENEM 2016

Faz parte da cultura do brasileiro a crença de que se deve evitar discutir sobre futebol, política e religião, mas apesar disso, apenas política e futebol são assuntos bem constantes na boca do povo, e religião não. Evita-se, então, certamente porque em alguma troca de ideias sobre o tema pode-se com mais facilidade alguém sair magoado.

Mas o tema da redação do ENEM 2016 neste domingo, “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”, levou milhões de estudantes brasileiros a refletirem sobre religião e, mais especificamente, a pensarem quais caminhos para o enfrentamento das manifestações de intolerância religiosa que se materializam através de atos de violência verbal e até física.

Certamente deve ter sido fácil definir teses e encontrar fatos para fundamentar argumentações. A história e a atualidade estão repletas de casos. Mas como todo tema tem suas exigências para ser desenvolvido, talvez neste, em especial, o maior desafio tenha sido dar ao problema uma solução a mais concreta e exequível possível, como exige a competência V.

Mas a despeito desse desafio de apresentar uma proposta de intervenção mais concreta e exequível para a situação-problema proposta, o importante também era não perder o foco do tema, escrever e argumentar sobre intolerância religiosa, e não primordialmente sobre religião, pois os textos motivadores enfatizam bem alguns tipos de atos de intolerância praticados na sociedade.

Também, e por fim, como orienta a competência V, ainda mais em se tratando do tema em questão, é importante que se tenha discorrido considerando a diversidade cultural do nosso país, o respeito aos valores humanos como a cidadania e a liberdade. Neste contexto, ressalto quão pertinente foi o tema para este tempo complexo em que vivemos cujas soluções mais difíceis estão apenas onde não existe diálogo.

Colaborador: Narcélio Bastos

Professor de Português

Envie-nos seu comentário: