Loading...
Campanha da Fraternidade 2017: Biomas brasileiros e a defesa da vida

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abriu dia 1º a Campanha da Fraternidade 2017, com tema e lema: “Biomas brasileiros e a defesa da vida” e “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15), respectivamente. O objetivo é dar ênfase à diversidade de cada bioma, promover relações respeitosas com a vida, o meio ambiente e a cultura dos povos que vivem nesses biomas.

A Campanha já existe há mais de 50 anos e sua abertura oficial sempre acontece na quarta-feira de cinzas, época na qual a Igreja convida os fiéis a experimentarem três práticas penitenciais: a oração, o jejum e a esmola. Para o secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, a depredação dos biomas é a manifestação da crise ecológica que pede uma profunda conversão interior.

O Papa Francisco enviou uma mensagem por ocasião da abertura da Campanha da Fraternidade 2017. “Este é, precisamente, um dos maiores desafios em todas as partes da terra, até porque as degradações do ambiente são sempre acompanhadas pelas injustiças sociais”, disse o Santo Padre.

Francisco ressalta ainda que o desafio global pela preservação, “pelo qual toda a humanidade passa”, exige o envolvimento de cada pessoa junto com a atuação da comunidade local.

Saiba mais...

O texto-base está dividido em quatro capítulos, a partir do método ver, julgar e agir, faz uma abordagem dos biomas existentes, suas características e contribuições eclesiais. Também traz reflexões do tema sob a perspectiva de São João Paulo II, Bento XVI e o papa Francisco. Além de frisar os gestos concretos previstos durante a Campanha 2017.

Os Materiais e subsídios estão disponíveis no site da CNBB, além do que cartaz pode ser baixado gratuitamente, assim como as cifras e partituras dos cantos.

Envie-nos seu comentário: